mercoledì , 23 maggio 2018
Ultime notizie
Home / VIDEO / Palavra de Abraham Ramírez Vásquez, sobrevivente do massacre do dia 12 de fevereiro contra o CODEDI.

Palavra de Abraham Ramírez Vásquez, sobrevivente do massacre do dia 12 de fevereiro contra o CODEDI.

 

Serra Sul, Oaxaca, 

#JusticiaParaCODEDI

Viva a autonomia!

8 de fevereir de 2018 no Centro de
Capacitação CODEDI. Palavras do companheiro Abraham Ramírez
Vásquez.

Meu nome é Abraham Ramírez Vásquez,
represento o Comitê pela Defesa dos Direitos Indígenas – CODEDI.
Estamos presentes em mais de 50 comunidades dos Vales Centrais, Serra
Sul, Costa e Istmo de Oaxaca. Como organização, nosso principal
projeto é construir a autonomia dos nossos povos y defender nossos
territórios.

No dia 12 de fevereiro fomos convocados
a uma reunião no estado de Oaxaca, na Secretaria Geral de Governo,
para ver uma questão que está passando o município de Santiago
Xanica. Um assunto político pós-eleitoral. Voltando dessa reunião
fomos selvagemente atacados por pistoleiros, em um trecho logo após
o distrito de Miahuatlán, onde morreram 3 de nossos companheiros.
Nós, responsabilizamos o Governo do Estado, a Alejandro Murat,
porque ele é o único responsável por esse crime certeiro, onde
morreram 3 de nosso companheiros.

Por que mataram nossos companheiros?
Nós, como CODEDI, impulsamos a autonomia entre nossos povos, em
diferentes regiões. Com isso, de alguma maneira afetamos os
interesses dos poderes tradicionais locais, os interesses dos
madeireiros, os interesses de grandes empresários que saquearam
nossos territórios, os empresários que estão em Bahías de
Huatulco, assim como as empresas mineradoras. Então, essa é a razão
pela qual o CODEDI sofre esse ataque certeiro. E responsabilizamos o
governador do estado, enquanto ele não entregue à justiça os
responsáveis desse crime em que morreram três dos nossos
companheiros.

Também queremos dizer a todos os
companheiros, organificações, nacionais e internacionais, locais,
que nos deram seu apoio, nosso agradecimento aos companheiros. E
dizer a vocês, que desse lugar, desde o Centro Finca Alemania, onde
temos o nosso trabalho de autonomia, vamos continuar lutando, vamos
continuar resistindo. Vamos intensificar nosso trabalho organizativo
nesse estado,  em defesa da nossa terra e do nosso território.

Politicamente vivo, você não morreu,
você não morreu camarada, sua morte, sua morte, sua morte vai ser
vingada! E quem a vingará? O povo organizado. E como? Lutando.
Então: luta, luta, luta, não deixe de lutar por uma causa justa que
quer liberdade. Luta, luta, luta, não deixe de lutar por uma causa
justa que quer liberdade.

CODEDI vive! A luta segue! CODEDI vive,
vive! A luta, segue, segue!

Se vê, se sente, CODEDI está
presente!

JUSTIÇA para os três companheiros
caídos do CODEDI.

Inserisci un commento